CLAMP parte 3: O lado sobrenatural de Tóquio

Olá! Continuando (embora lentamente) a série de posts sobre o CLAMP, chegou a vez de Tokyo Babylon, um de seus mangás mais famosos, com uma trama envolta em um mundo de ocultismo, relacionamentos e tragédia… 

 Tokyo Babylon

 (東京BABYLON)

 + No Japão o mangá foi publicado na revista mensal Wings, da editora Shinshokan, entre 1990 e 1993, totalizando 7 volumes em tankohon.

+ O mangá foi publicado no Brasil pela Editora JBC em  2005.

+ A série ganhou 2 episódios em OVA produzidos pelo estúdio Madhouse em 1992, além do live-action Tokyo Babylon/1999, produzido pelo estúdio PDS em 1993. 

Tokyo Babylon/CLAMP-net (em Japonês)

Certamente você já ouviu falar de Tóquio. A capital japonesa, grande megalópole, a Meca da cultura pop oriental… Mas existe uma Tóqio que poucos conhecem ou veem. É um mundo onde reina a magia oculta e toda sorte de espíritos. Somente pessoas com doms especiais podem transitar entre nosso mundo e o espiritual.

Dentro deste seleto grupo estão os praticantes do Onmyōdō, uma magia esotérica tradicional japonesa . E dentro do Onmyōdō dois clãs se destacam, atuando em lados opostos.

Subaru Sumeragi, com seus 16 anos, é um onmyouji, o 13o. representante de sua família,  praticante do Onmyōdō há séculos, e especializada no exorcismo de espíritos.

Subaru vive em Tóquio com sua irmâ, Hokuto Sumeragi. Apesar de serem gêmeos, é como se Hokuto fosse a irmã mais velha: é ela quem cuida do vestuário do irmão e de seu próprio (geralmente bem extravagante). Também lida com magia, mas não no mesmo nível do irmão. Ao contrário do tímido Subaru, Hokuto é alegre e bem extrovertida.

Os irmãos são amigos de Seishiro Sakurazuka. Assim como Subaru, Seishiro é descedente de um clã praticante do onmyouji, os Sakurazukamori, conhecida por atuar nas sombras como assassinos. Mas Seishiro trabalha mesmo é como veterinário e é um homem muito gentil, não aparentando em nada sua origem sombria.

A trama segue o trabalho de Subaru em exorcizar espíritos, enquanto também mostra a relação entre os protagonistas, principlmente entre Subaru e Seishiro – e as tentativas insistentes e engraçadas de Hokuto em “aproximá-los”, se é que vocês me entendem.

Também temos os sonhos de Subaru, ainda menino, junto com um estranho homem e uma árvore de cerejeira. Tal homem diz ter uma pessoa enterrada embaixo da árvore, e sempre fala de um promessa que se realizaria no dia que iriam se reencontar. Subaru não lembra com exatidão de todo o sonho e do estranho com quem fala, e o mistério se mantém até o dia prometido… 

Tokyo Babylon é considerado até hoje um dos grandes trabalhos do Clamp, por sua história e seus ótimos personagens. Sem contar spoilers (mas aposto que vocês sabem como termina), o desfecho de TB é só a ponte para uma outra história, onde Subaru e Seishiro participam, e são peças de uma trama onde o destino da humanidade será posto em xeque.

Mas isso eu comento no próximo post (que não vai demorar muito, prometo! XD)

Este post foi publicado em 17/04/2012 às 17:45. Ele está arquivado em CLAMP e marcado , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: